Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



História de um amor improvável

por Closet, em 15.04.13

 

Medutauro e Minotusa - história de um amor improvável

Foi numa manhã chuvosa que Medutauro se cruzou com Minotusa no balcão de um café acanhado de bairro. Enfeitiçado pelos seus longos cabelos negros encaracolados que descaíam pelo busto curvilíneo, não resistiu a meter conversa:

- Hey babe, hoje não precisas de óculos escuros.

Minotusa, rodou o seu pescoço esguio e, sem esboçar um sorriso, olhou-o de cima a baixo através dos grandes óculos Chanel que trazia.

- É moda – respondeu numa voz fina, ligeiramente esganiçada, voltando novamente a atenção para o balcão onde os bolos ressequidos com três dias jaziam amontoados.

Medutauro, com o seu invejável físico alto e corpulento, mas de reduzida perspicácia, não entendeu o total desinteresse da sua presa e continuou a investida.

- Claro e ficam-te bem, até se estivesses despida ficavam-te bem. Aliás despida de certeza que ficas sempre bem, quer dizer … não era isto que queria dizer …

Medutauro simulou uma tosse rouca para cortar a conversa que, sem saber como, tomou um rumo inexplicável. Surpreendentemente Minotusa sorriu-lhe abertamente, abanando a vasta cabeleira deixando-o embeiçado.

- Apesar do discurso patético, a tua voz arranhada agrada-me. Moras aqui perto?

Medutauro, apanhado de surpresa, acena convictamente que sim.

- É já aqui a dois passos, e tu?

- Sou nova no bairro.

O dono do café, um homem rude septuagenário, debruça-se sobre o balcão batendo com os nós dos dedos:

- Vocês os dois, vêm tomar um café ou estão aqui para o engate? – Perguntou impaciente.

 Medutauro reage envergonhado, compondo a camisa aberta no peito de onde saía um tufo de pelos negros encrespados.

- A donzela primeiro, se faz favor.

Minotusa agradeceu acenando com a cabeça e pediu um chá vermelho.

- Só isso? – resmungou o empregado irritado.

Medutauro, pediu um leite vigor gordo, um pastel de massa tenra e dois folhados de salsicha, para começar.

- Por certo preciso de mais alimento que tu – gracejou piscando o olho a Minotusa que agora juntava sensualmente os lábios para provar o chá. Medutauro soube, naquele preciso momento, que estava apaixonado.

- Talvez pareça desadequado – gaguejou – mas teria muito gosto que te viesses sentar a meu lado.

 

 

tema semanal: conversas de café


Autoria e outros dados (tags, etc)

servido às 19:14


1 comentário

De nadadenada222 a 16.04.2013 às 06:00

Enfim enfim até que o texto ficou bom,não digo o contrário,mas,se fosse eu,teria escolhido outro assunto para escrever no blogue,as conversas alheias de café não se devem partilhar,são assuntos que devem ficar somente com quem as faz. Beijinhos e até breve!!

Comentar post





Pesquisa

Pesquisar no Blog  




As imagens deste blog foram retiradas da internet porém se alguém desejar reclamar os direitos autorais de alguma por favor envie-nos uma mensagem que imediatamente providenciaremos a remoção da mesma



Arquivos


Amazing Counters
home page hits

online