Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Partir

por Closet, em 22.04.13

 

Naquele dia ele tomou o café da manhã, como fazia sempre, às 8:30. Os gestos automatizados, com os olhos pousados na torrada e o pensamento ausente. Já não era ele que estava ali à sua frente. Ela sabia. Era apenas um corpo frio, despojado de vida, inexpressivo. Sem sangue a bombear-lhe as veias, sem o perfume de uma noite ardente de prazer.

Habitava nele um silêncio perturbante, como se tivesse caído numa caverna profunda. Estava distante. Talvez por isso não foi difícil vê-lo partir. 

Os seus olhos cruzaram-se à porta, pela última vez. Numa despedida breve, sombria. Recorda agora, como se atravessasse um deserto imenso na sua memória, como antes esses olhos a invadiam, insaciáveis, percorriam toda a sua pele de desejo. «Desejo...» Recorda. Ironicamente, ele desejou também algo naquela manhã. Desejou «bom dia», por entre os lábios comprimidos que asfixiavam um desejo intenso de partir. Uma vontade incontrolável, transparente e crua.

«Porque não parte?» pensava enquanto acenava um adeus moribundo, num ritual triste e fúnebre. «Talvez o último adeus», pensava ao vê-lo afastar-se pela janela.

Naquele dia ele não regressou. Talvez o sangue jorrasse abundantemente, derramando pelo seu corpo inteiro um vermelho vivo, ele retomou a vida. Outra vida.

Ainda assim, ela esperou por ele. Mais uma hora, mais um dia. Uma semana. Um mês. Até que deixou de contar os dias. Esperou sentada no parapeito, com o rosto encostado ao vidro da janela onde o viu pela última vez afastar-se, engolido pelos vultos da rua. Esperou pela voz rouca aveludada que a chamava de amor e quase a enlouquecia. Esperou pelas mãos que há muito não a tocavam, desapertando habilmente cada botão da sua camisa.

Esperou. Porque tinha saudades dele. (Nunca lhe disse). Do que ele lhe dava. Do que ela ainda tinha para lhe dar.

Ele não voltou. «Partiu» convenceu-se, de olhos fixos na rua vazia.

Partir foi a forma mais fácil de desamar.


 

tema semanal: daquela janela


Autoria e outros dados (tags, etc)

servido às 12:00





Pesquisa

Pesquisar no Blog  




As imagens deste blog foram retiradas da internet porém se alguém desejar reclamar os direitos autorais de alguma por favor envie-nos uma mensagem que imediatamente providenciaremos a remoção da mesma



Arquivos


Amazing Counters
home page hits

online