Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Da minha janela...

por magnolia, em 25.04.13


Da minha janela…

 

Da minha janela vejo um cravo vermelho na lapela de um velho.

Da minha janela vejo um céu imenso e um povo, vejo uma vontade, fome da liberdade.

Da minha janela vejo velhos que passam, rostos enrugados, costas curvadas, mentes cansadas.

Da minha janela vejo rapazes e raparigas folgados, sem trabalho, desesperados.

Da minha janela vejo mães que embalam os filhos e em silêncio sofrem sabendo que nada têm para lhes dar, nem roupa, nem sapatos, nem comida, apenas a vida.

Da minha janela vejo pais que fumam cigarros, amordaçados, olhando os seus filhos pequenos, que andam por ali correndo, no fundo sabendo que não terão mais que ternura para lhes dar.

Da minha janela vejo a terra que ninguém cultiva, improdutiva, triste e cativa nas mãos erradas de gente que não quer saber da gente da terra.

Da minha janela vejo um pássaro que chilreia, parecendo que anseia outra vida.

Mas…

…da minha janela vejo alguém que dança, uma mulher com um cravo na trança, trazendo ainda no rosto um pouco de esperança.

Da minha janela vejo também um novo dia que principia!

É hora! É hora de colocar o cravo vermelho ao peito e sair pelas ruas cantando a preceito.

É hora! É hora de parar para pensar.

É hora! É hora de ver que está na hora de voltar a viver.

É hora! É hora de avançar, sem recuar e lutar sem medo de não ganhar.

Da minha janela vejo um povo que arranca a mordaça e mostra a força da sua raça!

 


Tema semanal: da minha janela

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

servido às 20:13


1 comentário

De efoi a 29.04.2013 às 10:44

Uma janela cheia de intenções!!

Bjinho
Pedro

Comentar post





Pesquisa

Pesquisar no Blog  




As imagens deste blog foram retiradas da internet porém se alguém desejar reclamar os direitos autorais de alguma por favor envie-nos uma mensagem que imediatamente providenciaremos a remoção da mesma


Arquivos